Medida do Banco Central que cria crédito para micro, pequenas e médias empresas já está em vigor

11/06/2021 | FIRJAN

Uma regra do Banco Central, que entrou em vigor na segunda-feira, dia 7, abre possibilidade para maior oferta de crédito a micro, pequenas e médias empresas. A medida facilita o uso do fluxo de pagamentos com cartões como garantia para a obtenção de empréstimos.

Com a medida, todos os valores recebidos por vendas feitas com cartões terão de ser registrados em câmaras específicas, que irão atestar a regularidade desses recebíveis. A ideia é que as empresas possam oferecer esses ativos como garantia para obter crédito mais barato.

Os recebíveis de cartões já eram usados como garantia de duas maneiras: na antecipação oferecida pelas credenciadoras ou na obtenção de crédito bancário. No entanto, a nova resolução do Banco Central melhora a qualidade desse movimento porque o registro o torna mais seguro. Ao mesmo tempo, dá mais liberdade para os lojistas porque limita a chamada “trava bancária”.

Era praxe no mercado que, para conceder crédito com essa garantia, o banco exigisse que todo o fluxo de recebíveis de cartões ficasse “travado” na conta do lojista naquela instituição – mesmo que o crédito tomado representasse uma fração daqueles pagamentos.

A partir da mudança, os bancos só poderão segurar o volume de recebíveis equivalente ao saldo devedor da operação de crédito. O restante poderá ser livremente usado pelo lojista para tomar mais recursos no mercado.

Leia a matéria na íntegra.

chevron_leftvoltar